skip to Main Content

Tratamento da Capsulite Adesiva: Como é a infiltração?

  • Ombro

A infiltração do ombro para o tratamento da capsulite adesiva apresenta muito bons resultados. Pode ser feita isoladamente ou seguida de manipulação articular.

O que é capsulite adesiva ou ombro congelado?

A capsulite adesiva é uma inflamação de uma estrutura que envolve a articulação do ombro denominada cápsula articular. Ela costuma apresentar três fases: inflamação, congelamento e descongelamento.

Na fase de inflamação o paciente costuma apresentar uma dor muito intensa na região do ombro que pode irradiar para o braço. Movimentos simples do dia-à-dia acabam sendo prejudicados e muitas vezes o diagnóstico pode ser confundido com outras patologias do ombro que também causam dor, como as lesões do manguito rotador, tendinite calcárea, entre outros.

Na segunda fase da capsulite adesiva a cápsula articular se torna menos elástica e mais espessa. Como ela envolve a dobradiça que é o ombro, ele acaba “congelando” gerando uma perda da mobilidade. Os pacientes apresentam dificuldade para realizar movimentos como fechar o soutien, pegar a carteira no bolso de trás da calça ou objetos em prateleiras mais elevadas, etc.  Essa fase é chamada de congelamento e por isso a capsulite adesiva é também conhecida como ombro congelado.

Por fim, na fase de descongelamento a cápsula articular retoma a sua elasticidade habitual e o paciente aos poucos vai readquirindo a movimentação normal do ombro.

Para saber mais sobre a capsulite adesiva clique aqui.

Quando a infiltração para o tratamento da capsulite adesiva está indicada?

A capsulite adesiva pode durar de meses a anos e a dor costuma ser muito intensa principalmente na fase inicial. Nessa fase (inflamação), caso as medicações prescritas não sejam suficientes para controlar a dor do paciente, uma infiltração intra-articular com corticóide no ombro pode ser realizada.

Já nos casos em que o paciente apresenta uma rigidez articular importante e sem ganho significativo da mobilidade, a infiltração pode ser realizada seguida de uma manipulação do ombro. Essa manipulação tem como objetivo romper a cápsula articular sem cirurgia e acelerar assim o processo de descongelamento.

Como é feita a infiltração para o tratamento da capsulite adesiva?

A infiltração intra-articular do ombro, ou seja, a colocação de medicamento dentro da cápsula articular, pode ser feita no próprio consultório médico com anestésico local. Ela pode ser realizada com o auxílio de um aparelho de ultrassom para uma maior precisão no procedimento e o medicamento de escolha para o tratamento da capsulite adesiva é o corticoide por ter um alto poder anti-inflamatório.

Contudo, na fase de congelamento a manipulação articular após a infiltração é feita com o paciente sedado e deve, portanto, ser realizada no centro cirúrgico. Apesar do procedimento ser feito em ambiente hospitalar, ele em si é rápido e indolor e traz excelentes resultados em um curto período.

Tratamento da Capsulite Adesiva | Dra. Verônica Chang
Figura 1: Infiltração no ombro guiado por ultrassom

Qual o tempo de internação após a infiltração seguida de manipulação articular do ombro para o tratamento da capsulite adesiva?

Após a infiltração seguida de manipulação articular do ombro para o tratamento de capsulite adesiva o paciente recebe alta para casa logo após o efeito da sedação (em algumas poucas horas).

Quanto tempo deve se utilizar a tipóia?

 O uso da tipóia após a infiltração seguida de manipulação articular do ombro não se faz necessário. Pelo contrário, o seu uso é contraindicado. O paciente deve dar início aos exercícios de alongamento conforme tolerado para manter o arco de movimento adquirido no procedimento.

Quando deve ser iniciada a fisioterapia?

Idealmente a fisioterapia deve ser iniciada já no dia seguinte ao procedimento para manter o ganho do arco de movimento adquirido.

Quais são os resultados?

A maioria dos pacientes submetidos à infiltração seguida de manipulação articular para o tratamento da capsulite adesiva apresenta muito bons resultados. A primeira semana após o procedimento pode ser um pouco dolorosa, porém já no primeiro retorno com uma semana a maioria dos pacientes relatam uma sensação de alívio, como se algo que estivesse amarrando e segurando o ombro estivesse solta. Dirigir é permitido conforme tolerado já de início, assim como demais atividades que não exijam força excessiva.

Tratamento da Capsulite Adesiva | Dra. Verônica Chang
Figura 2: Arco de movimento do ombro pré-manipulação articular (foto superior) e pós-manipulação (foto inferior).

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em ombro e cotovelo.

FAQ

1. Qual a anestesia usada na infiltração do ombro?

Se a infiltração é feita no consultório um anestésico local é utilizado. Caso a infiltração seja feita no centro cirúrgico a anestesia utilizada é a sedação.

2. Dói muito a infiltração do ombro? E a manipulação articular?

A infiltração do ombro em si não costuma doer pois é feita ou com anestésico local ou sob sedação. Já a manipulação articular em si não é dolorosa pois obrigatoriamente é feita sob sedação. Contudo, a primeira semana após o procedimento pode causar um pouco de dor, mas que na maioria das vezes é controlada com medicamentos por via oral.

3. É necessário fazer fisioterapia após a infiltração seguida da manipulação do ombro?

Sim, a fisioterapia pós procedimento é fundamental.

4. Após quanto tempo da infiltração do ombro posso dirigir?

Conforme dor o paciente já pode dirigir. Geralmente com cerca de uma semana.

Back To Top